8 de fev de 2009

Plano de Aulas - Disciplina DDV- Estudos Regionais


OBJETIVOS GERAIS

Preocupando-se com a eliminação de iniqüidade e violação da dignidade humana, essa disciplina tem por mérito utilizar-se da capacidade de combinar conceitos e instrumentos de base sócio-cultural , econômico e suas tecnologias que implicam na sociabilidade do Vale do Itapocu.
Presentes de uma realidade, a qual estamos inseridos, buscamos os princípios a serviço da coletividade que devemos ser motivados pelo ciclo vital de nossa existência. Combinando temas norteadores, proporcionando uma base de transformação da sociedade que representam.
Essa disciplina tem como instrumento a base comum do conhecimento, pregando uma relação com todas as disciplinas, a qual não passa pela concepção equivocada de que o ensino de uma disciplina deve estar subordinado a uma lógica interna da própria disciplina. Sua relevância está contida na inclusão do indivíduo ao meio sócio-cultural a qual pertence, mas se vê desprovido em muitos aspectos de sua própria identidade.
Proporcionando o conhecimento, fazendo com que o homem utilize a natureza a seus propósitos, consciente de um conceito de mediação na interação homem-ambiente realizando um movimento autônomo para a emancipação humana.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS - 2ª ANO

• Proporcionar e promover maior interacidade entre a família e a comunidade.
• Preparar os alunos (as) para melhor compreender a si mesmos(as) e aos outros, favorecendo as relações interpessoais no exercício dos papéis pessoais e profissionais.
• Identificar, analisar e fornecer ferramentas que possibilitam trabalhar as situações de divergências e conflitos, eliminando tensões e gerando empatia para o êxito e a excelência dos relacionamentos.
• Aprimorar as habilidades de comunicação dos participantes, enfatizando a comunicação verbal e a não verbal, assim como processo de dar e receber feedback como condições de aprimoramento nas relações humanas.
• Preparar os alunos par melhor compreender os seus direitos fundamentais como cidadãos, favorecendo de forma direta e eficaz quais os órgãos responsáveis pela emissão dos documentos essenciais no decorrer da vida do cidadão.
• Proporcionar condições, que sejam facilitadoras, para a prática destes direitos e seu fundo moral.
• Identificar, analisar e fornecer ferramentas que possibilitem trabalhar as situações vividas no cotidiano. Localização física dos órgãos emissores e os procedimentos para emissão destes.
• Trazer para realidade os acontecimentos regionais ligados aos direitos fundamentais do município.
• Construir um caminho para o desenvolvimento de urna sociedade eminentemente social e coletiva.

CONTEÚDOS MÍNIMOS DO 2ª ANO


1° BIMESTRE
MÉTODOS E MEIOS DA FORMAÇÃO HUMANA
GESTÃO PESSOAL, UM FOCO NA FORMAÇÃO DO CIDADÃO
1. Liderança: o que faz uma pessoa ser líder?
2. Autonomia .
3 Cooperação.
4. Interação.
5. Coragem: como enfrentar novos desafios?
6. Medo de errar, fracasso, insatisfação (querer, dever, não poder evitar).
7. Etiqueta: como me comportar.
8. Orientação vocacional (informações sobre profissões e cursos – banco de dados na Internet).
9. Curriculum Vitae – Como fazer.
10. Entrevista de emprego: postura.
11. Carta de apresentação : Qual a melhor forma? (via e-mail ou pessoal)

2° BIMESTRE
FAMÍLIA E COMUNIDADE, UM PROJETO COLETIVO NA VALORIZAÇÃO DE PARCERIAS

12. Conceito de família: ontem e hoje.
13. A importância da família na formação do "ser".
14. O que basta ter para se formar uma família? Homem, Mulher e filhos?
15. Quem gerencia as nossas famílias?
16. Família Natural e família legal.
17. O que mantém uma família unida?
18. Função social da família.
19. Viver em família - Obediência X diálogo.
20. A importância da família na escola.
21. Como famílias e comunidade podem estabelecer parcerias?


O DESENVOLVIMENTO HUMANO E AS RELAÇÕES INTERPESSOAIS
1. Relações interpessoais.
2. Como me posiciono no mundo.
3. Comunicação efetiva.
4. Conflito e negociação.
5. Auto-realização.
6. A formação da personalidade.
7. Características do indivíduo.

3° BIMESTRE

DIREITOS FUNDAMENTAIS DO HOMEM E DO CIDADÃO


1. O que é ser cidadão?
2. Direitos e deveres do cidadão.
3. Direitos: vida, saúde, alimentação, educação. Moradia, saneamento emprego, esporte, lazer, cultura,, dignidade, respeito, liberdade.
4. Noções básicas dos principais códigos e leis.
5. Constituição do Brasil. Código Civil, ECA Código do Idoso, Código de Defesa do
Consumidor. Código de Trânsito, Processos administrativos, Administração Publica
Federal, Juizados Especiais.
6. Eleições.
7. Quem paga os bens públicos?


4° BIMESTRE
RESGATE ÉTNICO-CULTURAL E ECONÔMICO NO VALE DO ITAPOCU
A BUSCA DE UMA MEMÓRIA CULTURAL DE DESENVOLVIMENTO
SOCIAL (REGIÃO X COMUNIDADE CULTURAL-BRASIL)
1. Memória Cultural.
2. Importância dos rios da nossa região.
3. Como começou Jaraguá do Sul?
4. cultura, multiculturalismo e etnocentrismo.
5. Costumes e tradições no contexto regional, estadual e nacional.
- A EVOLUÇÃO SÓCIO-ECONÔMICA DA NOSSA REGIÃO
1. Movimentos étnicos e sociais.
2. Qualidade de Vida.
3. Economia regional.
4. Diversidade Cultural.
5. Lazer.
6. CTGs.
7. Círculos.
REESTRUTURAÇÃO PRODUTIVA ALTERNATIVA DO CAPITALISMO
1. Capitalismo (conceito)
2. Alternativas propostas ao modelo capitalista desenvolvido na região
FLEXIBILIZAÇÃO DO TRABALHO
1. Artesanato
2. Trabalho Informal
3. Terceirização
4. Alternativas de Emprego
5. O homem e o trabalho
6. globalização
7. CLT
8. Desemprego
9. Novas profissões e técnicos
10. Especialização de mão-de-obra
ECONOMIA SOLIDÁRIA NA CONDIÇÃO HUMANA
1. Cooperativas
2. Meio Ambiente
3. Desenvolvimento Sustentável
4. Reciclagem
5. Democracia
6. Cooperação
7. O SER e o TER
3ª ANO
OBJETIVOS ESPECÍFICOS



• Proporcionar condições, que sejam facilitadoras, para prática de comportamentos e atividades assertivas.
• Desenvolver um resgate sócio-cultural, com cunho empreendedor.
• Aprimorar as habilidades de comunicação.
• Identificar a dimensão social e política – a relação de poder no exercício da cidadania.
• Formar seres humanos livres que respeitam e amem a liberdade alheia.
• Proporcionar condições, que sejam facilitadoras, para prática de comportamentos e atividades assertivas.

1° BIMESTRE


RESGATE SÓCIO-CULTURAL, UM CUNHO EMPREENDEDOR

- Família ( o que diz a Lei sobre família?)
- Ética.
- Amizade.
- Competitividade .
- Economia da região.
- Parcerias
- Interação
- Normas (disciplina)
Como falar em público.
- A importância da comunicação (Oratória)
- Resignifícação das tecnologias de informação e comunicação
- A mídia
- Meios de comunicação
Trabalho voluntário
- Lei do Voluntariado
- Línguas

2° BIMESTRE

- Empregabilidade
- A economia moderna e seus fatores de produção
- Rendimentos (poupança, bolsa de valores, capitalização, etc)
- Qualidade dos produtos (PROCON, ISOs, 5 S)
- Processos de produção (automatização)
- Marketing
- Empreendedor, um projeto, um negócio.
- Visão social e ambiental de um empreendedor.
- Habilidades e competências na era do conhecimento.
Cooperar para competir.

3° BIMESTRE


- A estruturação empresarial
- Micro-empresa
- Educação fiscal
- Passos de uma empresa.

4° BIMESTRE
MÓDULO IV - DIMENSÃO SOCIAL E POLÍTICA - A RELAÇÃO DE PODER NO
EXERCÍCIO DA CIDADANIA
- A organização da Unidade Federal - país; estado, município.
Os Três Poderes
Microrregiões
- A política e suas implicações em nossas vidas - escolhas e ações cotidianas.
- A importância da participação política.
- Movimentos sociais e suas relações coma democratização do Estado.
- Associações e clubes, grupos étnicos, APAE. Rede Feminina. MOCONEVL ÁDAV.etc
- MST, ÓNGs

METODOLOGIA

1. Utilização de técnicas de dinâmicas de grupo e exercícios de aprendizagem.
2. De forma interativa, permitir que o grupo interaja com discussões e análises de situações, ampliando percepções comungadas com os colegas do ambiente escolar.
3. Programar algumas visitas.
4. Trabalho individual e em grupo.
5. Pesquisa de campo: Comunidade, Prefeitura, Cartório, Câmara de Vereadores, Empresas, etc.
6. Pesquisa bibliográfica e pela Internet relacionando o assunto abordado com outras comunidades de outras localidades.
7. Músicas: elaborar paródias de músicas com temas específicos.
8. Amostra de figura que provoque discussão.
9. Dramatização: Elaborar peças teatrais sobre alguns temas.
10. Seminários: indicar um tema para ser trabalhado em grupo e ser apresentado em seminário — cada grupo poderá trazer alguma autoridade com conhecimento no assunto abordado.
11. Debates.
12. Análise de filmes e textos
13. Entrevistas.
14. Palestras.
15. Exposição de trabalhos.
16. Dinâmica de grupos.
17. Estudo de caso.
18. Leitura de texto.

AVALIAÇÃO


A avaliação é um processo no qual professor e aluno numa relação dialética de ensino e de aprendizagem, são sujeitos desse processo de construção do conhecimento. Avaliação não é neutra, pois implica em um julgamento de valor. Tem intencionalidade na medida em que persegue os objetivos educacionais, tem significado porque reflete na concepção ensino-aprendizagem em que esta pautada a construção do conhecimento, principalmente na formação do ser humano como um todo valorizando o cidadão crítico e participativo.
A avaliação será feita de forma significativa, onde o educando terá a possibilidade de estar aproveitando seus conhecimentos prévios, pesquisando, elaborando e reelaborando conceitos por ele construídos. A partir da avaliação, o educando constrói uma representação de si mesmo como alguém que tem autonomia, tomando-se um cidadão crítico, com idéias próprias, onde a nota será uma mera convenção.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

• Interpretação oral e escrita de textos e filmes;
• Participação efetiva durante as aulas, nas quais serão levadas em consideração suas contribuições;
• Responsabilidade quanto ao compromisso com as atividades do cotidiano escolar.
• Autonomia na busca de diversas e possíveis soluções para determinados desafios;
• Assiduidade;
• Exercícios avaliativos individuais e em grupo;
• Auto-avaliação;
• Debates.